Japão a Terra do Sol Nascente – A subida ao Monte Misen

Como havia referido na publicação anterior, nós chegamos a ilha com o propósito de também escalar o Monte Misen, quem pretende escala-lo, recomendo um par de tênis macio, levar água e um lanche (chocolate, bala, sandwich) pois no caminho não há comércio, caso sinta fome ou sede. E principalmente -para quem é supersticioso- levar bolinhos de arroz  para casos especias, se acaso no caminho encontrar os Hidarugamis  – “Os Deuses mortos de fome”.

Normalmente uma pessoa com bom preparo deve levar em torno de 2 horas para subir os 535 metros até o topo do Misen-san, mas não estávamos com pressa o nosso objetivo era subir sem pressa e apreciar as belas paisagens além de respirar o ar puro das montanhas. Apesar de o primeiro dia do ano, ou seja estávamos no período de inverno, não fazia muito frio, não havia forte vento e o Sol dava seu ar de graça.

Para chegar ao topo existem quatro opções, são três trilhas e o teleférico (Ropeway), nós escolhemos a trilha do meio (Daishoin) e voltaríamos de teleférico.

Ficamos impressionados com a infraestrutura do caminho, em alguns trechos todo o calçamento era de pedra. Deve-se tomar cuidado especial para não tropeçar nos degraus das escadas e contundir os pés.

Outra cuidado para quem opta por caminhar pelas trilhas é o perigo de encontrar cobra no caminho. Existem placas alertando as pessoas sobre o perigo dessas cobras que são venenosas e caso aconteça  algum acidente deve-se procurar ajuda imediatamente. Ficamos em alerta mas durante o trajeto não vimos nenhum perigo.

Muitas escadas e algumas pontes pelo caminho

Sempre que podíamos olhávamos para trás para contemplar a beleza da paisagem e ver o mar.

Essas belas esculturas dos guardiões já havíamos visto estátuas semelhantes em Nara.

No caminho há quiosque para descansar e fazer um lanche.

Antes de chegar ao cume vimos mais um templo. Ficávamos a pensar: Como os moradores conseguiram construir esses templos em lugar de tão difícil acesso.

Após umas três horas de caminhada finalmente chegamos ao cume do Monte Misen. No topo vimos formações de pedras muito interessante, as pedras pareciam que foram colocadas como em “Stonehenge”.

O observatório estava lotado, outra informação importante é que no local há banheiro.

Em cima do mirante se pode ver por todos os lados da ilha.

Um pouco mais abaixo a estação do teleférico (Sashiiwa Station).

No caminho até a estação do teleférico encontramos esses cervos.

Mais um templo, aqui já havia local para comprar comida e bebida.

Bela vista a partir do teleférico.

Descemos até o ponto final – a estação de Momijidani no meio do caminho há uma parada na Estação de Kayatani para troca de um bonde maior. Na estação de Momijidani há ônibus que leva e trás até a vila gratuitamente. Caso queira fazer todo trajeto de ida e volta de teleférico, o ônibus parte atrás o Itsukushimajinja até o teleférico (estação de Momijidani). O teleférico funciona todos os dias das 09:00 às 17:00hs, e o preço é de 1000 ienes (ida) e 1800 ienes (ida e volta).

Já estava entardecendo, era hora de voltarmos para Hiroshima para pegar nossa mala na estação e procurarmos o nosso hotel.

Na volta podemos contemplar mais uma vez o Grande Torii do Santuário de Itsukushima.

Na próxima publicação mostrarei um pouco de Hiroshima até breve!

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − catorze =