Jesus, o criador do guaraná maranhense, era ateu e comunista

Jesus, o criador do guaraná maranhense, era da escola marxista do governador Flávio Dino (PCdoB). O criador do Guaraná Jesus era ateu, comunista e chegou a ser excomungado da Igreja Católica

guaraná

Jesus Norberto Gomes nasceu em Vitória do Mearim no ano de 1891 e aos 14 anos foi morar em São Luís, capital do Maranhão.

Ainda muito jovem trabalhou em uma farmácia onde aprendeu a técnica da manipulação de remédios. Aos 20 anos adquiriu sua primeira farmácia que deu o nome de Pharmacia Sanitária.

No ramo farmacêutico, Jesus dedicou-se a criar xaropes antigripais e águas gaseificadas.

O primeiro Guaraná Jesus tinha sabor amargo e não agradou. Ele, porém, continuou aprimorando a fórmula, até resultar na Kola Guaraná Jesus, de gostosos aroma e sabor.

Jesus Gomes morreu em 1963 e para sempre será lembrado como o inventor do famoso Guaraná Jesus.

A marca Guaraná Jesus foi comprada pela Coca-Cola, que tem o hábito de comprar refrigerantes concorrentes para tira-los do mercado e evitar a concorrência. Mas devido ao apelo popular e o apreço pela marca, o guaraná continuou sendo vendido.

O criador do refrigerante, quem diria, era ateu, tinha fama de comunista e foi excomungado pela Igreja Católica depois de uma briga com um padre.

A família conta que, depois de ser exorcizado, Jesus mandou trazer da Alemanha uma série de caras de Fausto (personagem de Goethe que vende a alma ao demônio) e as colocou nas entradas da farmácia, somente para alimentar a lenda.

Jesus Norberto Gomes morreu sem retornar à Igreja.

Bolsonaro diz que ‘virou boiola’ após tomar guaraná cor-de-rosa no Maranhão

O presidente fez piada homofóbica ao tomar um copo do tradicional Guaraná Jesus. A bebida tem a cor rosa.

“Agora eu virei boiola. Igual maranhense, é isso?”, disse Bolsonaro na última quinta-feira (29).

“Guaraná cor-de-rosa do Maranhão aí. Quem toma esse guaraná aqui vira maranhense”, disparou.

Minutos depois, o presidente insistiu na piada homofóbica. “Guaraná cor-de-rosa do Maranhão, f*eu, f*eu. É boiolagem, isso aqui.”

O presidente Jair Bolsonaro esteve no estado do Maranhão para usar a máquina pública e fazer campanha negativa contra candidatos do PCdoB, acusou o governador Flávio Dino.

Do Blog do Esmael

Related Posts
“A justiça ainda não foi feita”, diz viúva do músico Evaldo Rosa
fotos

Julgamento de militares que assassinaram músico com tiros de fuzil no Rio de Janeiro será realizado nesta quinta no STM

Multas por desmatamento na Amazônia caem 90% em janeiro com protesto de fiscais do Ibama
fotos

Após um ano de intensa fiscalização, que teve como resultado mais visível a queda de 50% nos alertas de desmatamento [...]

Quais são as organizações que promovem “terapias” de conversão sexual no Brasil
fotos

Filho e neto de pastores, Betuel, 23 anos, foi coagido a participar de cultos de libertação da Igreja Quadrangular quando [...]

No Brasil, falta de auditores fiscais dificulta combate ao trabalho escravo
fotos

De janeiro até o último dia 21, os auditores fiscais do trabalho resgataram 2.847 pessoas exploradas em condição análoga à [...]

Onda de calor: Brasil já passa mais de 50 dias ao ano sob altas temperaturas
fotos

Ocorrência do evento extremo aumentou em 6 décadas; entre 1961 e 1990 não passavam de 7 os dias com ondas [...]

Em 6 anos, o limite seguro para o aquecimento global será ultrapassado
queimadas

De acordo com um novo estudo, as emissões globais de carbono excederão os limites de segurança até 2030, o que [...]

Compartilhar:

Deixe um comentário

error: Content is protected !!