Kadyrov: Polônia se tornará o que realmente é, se não parar de latir

A Polônia, que estava “satisfeita com as sobras da Alemanha, Inglaterra e EUA “, não tem o direito de ameaçar a Rússia e repreendê-la, escreveu o chefe da Chechênia Ramzan Kadyrov em seu canal Telegram. Na sua opinião, este país, que surgiu graças à URSS, pode rapidamente se tornar o que realmente é.

Razam Kadyrov

“Ainda há aqueles que, até recentemente, se contentavam silenciosamente com sobras da Alemanha, Inglaterra e, aparentemente, dos EUA. Estamos falando, é claro, da Polônia. O país que apareceu graças à URSS e sobreviveu graças à Rússia ousa ameaçar e censurar. A Polônia se tornará o que realmente é, tão rapidamente quanto se tornou um país se não parar de latir”, escreveu Kadyrov.

Em seu post, ele observou que a história é cíclica, e o presidente russo, Vladimir Putin, não permitirá a repetição de eventos terríveis. Kadyrov enfatizou que “a Rússia sabe em primeira mão o que é o nacionalismo e quais são suas consequências”, então a operação militar especial é “uma missão nobre que porá fim aos espíritos malignos”.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!