Mais de 100.000 solicitações de inoculação do Sputnik V são enviadas na Argentina em 24 horas

Durante a primeira fase, a preferência será dada a indivíduos de 18 a 59 anos com doenças crônicas, pessoas com mais de 60 anos, bem como a profissionais de saúde, policiais e professores

argentina
O primeiro lote da vacina russa Sputnik V é descarregado de um avião no aeroporto internacional de Buenos Aires © AP Photo / Gustavo Garello

Mais de 100.000 residentes da maior província argentina de Buenos Aires solicitaram a inoculação contra o coronavírus com a vacina russa Sputnik V nas últimas 24 horas, informou a agência de notícias Telam na sexta-feira.

Na quinta-feira (24/12), o primeiro lote da vacina Sputnik V chegou à Argentina com 300 mil doses. A Província de Buenos Aires receberá 123.000 doses.

Os pedidos de vacinação foram apresentados em um site lançado nesta quinta-feira pelo Ministério da Saúde de Buenos Aires. Na primeira fase, a preferência será dada a indivíduos com doenças crônicas de 18 a 59 anos, pessoas com mais de 60 anos, bem como a profissionais de saúde, policiais e professores.

De acordo com o Ministério da Saúde, a província vai instalar 313 postos de vacinação que devem ser inaugurados no dia 28 de dezembro. Segundo Telam, o governador da província de Buenos Aires, Axel Kicillof, será um dos primeiros da região a se vacinar.

Anteriormente, o Fundo de Investimento Direto Russo e o governo da Argentina assinaram um contrato para a entrega de 10 milhões de doses da vacina Sputnik V. O presidente argentino, Alberto Fernandez, afirmou que será a primeira pessoa em seu país a se vacinar com a vacina russa, pois não questiona sua qualidade.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!