Netanyahu começará a ser julgado por casos de corrupção

Amigo de Bolsonaro, Benjamin Netanyahu, será julgado por casos de corrupção 

Netanyahu
O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu. Foto: Reprodução

O julgamento do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu, acusado de suborno, fraude e quebra de confiança, deve começar no Tribunal Distrital de Jerusalém no domingo. Ele nega veementemente todas as acusações.

Netanyahu é o primeiro primeiro ministro de Israel a ser julgado por acusações de corrupção. Ele é o líder mais antigo do país e foi empossado no cargo pelo quarto mandato consecutivo, exatamente uma semana atrás.

Netanyahu foi indiciado em novembro passado pela acusação de três casos de corrupção.

O primeiro caso, acusação de fraude e quebra de confiança, diz respeito a alegações de que Netanyahu recebeu presentes “no valor de US $ 200.000 de empresários em troca de promover seus interesses”.

O segundo caso, fraude e quebra de confiança, é sobre um suposto acordo de suborno entre Netanyahu e Arnon Mozes, a editora do maior jornal de Israel.

O terceiro caso, acusação de suborno, fraude e quebra de confiança, diz respeito ao relacionamento de Netanyahu e sua esposa Sara Netanyahu com o principal magnata das telecomunicações de Israel.

Como parte de um acordo de compartilhamento de poder com Benny Gantz, líder do partido centrista Azul e Branco, Netanyahu permanecerá como Primeiro Ministro por pelo menos 18 meses, mesmo quando seu julgamento por corrupção estiver em andamento.

O tribunal de Israel permite que Netanyahu forme governo, apesar das acusações.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + 2 =