Pastor que dizia curar coronavírus morre de coronavírus

Profeta
O pastor Franklin Ndifor durante culto em sua igreja.  Foto: Reprodução

A pandemia do novo coronavírus tem gerado situações diferentes e inusitadas no mundo.

O popular pastor camaronês Franklin Ndifor, 39 anos, que colocava suas mãos na cabeça em muitos de seus seguidores para “curá-los” do Covid-19, deixou seus partidários em estado de pânico depois de morrer do vírus.

No sábado (16/05), de acordo com a Voice of America , a polícia teve que forçar seu caminho até sua casa em Douala para ter acesso, pois seus seguidores haviam bloqueado as entradas, orando por sua ressurreição. O pastor era conhecido nos  Camarões  como ‘O Profeta’ e foi candidato à presidência nas  eleições de  2018 naquele país da África Central.

De acordo com a Dra. Gaelle Nnanga, o pastor morreu menos de uma semana após ser diagnosticado com o coronavírus.

A Dra. Nnanga disse que membros da Igreja Internacional de Ministérios do Reinado de Ndifor a chamaram para ajudar o pastor quando descobriram que seu líder estava em agonia. Quando a equipe médica que ela lidera chegou, Ndifor estava com graves dificuldades respiratórias. Ele morreu menos de 10 minutos depois que começaram a atendê-lo.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − cinco =