O cerco se fecha para Bolsonaro

Bozo

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, ordenou nesta quarta-feira a busca e apreensão de “armas, munições, computadores, passaportes, tablets, celulares e outros aparelhos eletrônicos” do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

O ex-presidente é um dos alvos da Operação Venire, que investiga possível fraude de carteira de vacinação contra a Covid-19 no sistema da Secretaria de Saúde.

“Buscar e apreender armas, munições, computadores, passaportes, tablets, celulares, outros aparelhos eletrônicos e demais materiais relacionados aos fatos aqui expostos”, ordenou Moraes.

Segundo a decisão, os itens devem ser retirados de Bolsonaro, do ex-ajudante de ordens Mauro Sid e de outros auxiliares presos no dia de hoje. Segundo a Polícia Federal (PF), entre novembro de 2021 e dezembro de 2022, podem ter sido inseridos dados incorretos sobre as vacinas. Suspeita-se que o cartão de vacinação tenha sido alterado para permitir a entrada do ex-presidente nos Estados Unidos no final do ano passado.

Fonte: DCM

Related Posts
PEC dos militares na política: Mourão junta oposição para frear mudanças em candidaturas
fotos

Até terça-feira (20), o Palácio do Planalto contava com a volta das sessões no Congresso para fazer avançar a despolitização [...]

A coragem de Lula e o vira-latismo da mídia
fotos

A declaração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a similaridade entre o extermínio do povo palestino que Israel [...]

Mourão e o golpismo fora de época
fotos

O senador Hamilton Mourão, acostumado com a linguagem da caserna, e ainda ambientado nos anos do golpe de 1964, viciado [...]

A Vale, o governo Lula, o brasileiro, a mídia e os poderes do estado
fotos

A trajetória para o 1º Mundo de uma nação já está delineada e comprovada: Ser protagonista na geração de produtos [...]

Caso First Mile derruba membro da atual diretoria da PF por suposta espionagem ilegal
fotos

O mais recente desdobramento da investigação sobre uma suposta espionagem ilegal de agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) derrubou [...]

“Militares atuaram em 8 de janeiro por omissão e também por ação”, diz historiador
fotos

Francisco Teixeira, da UFRJ, revela que pesquisadores intercederam para governo não aprovar GLO após invasão em Brasília Por Texto: Natalia [...]

Compartilhar:

Deixe um comentário

error: Content is protected !!