O enviado russo descreve a tomada de Cabul pelo Talibã como algo inesperado

De acordo com Zamir Kabulov, a Rússia acreditava que o exército afegão mostraria resistência por algum tempo
cabul
A fumaça sobe próximo à Embaixada dos EUA em Cabul, Afeganistão, domingo, 15 de agosto de 2021. Os combatentes do Taleban entraram nos arredores da capital afegã no domingo, apertando ainda mais seu controle sobre o país enquanto trabalhadores em pânico fugiam de escritórios do governo e helicópteros pousavam no embaixada. Nuvens de fumaça podiam ser vistas perto do telhado da embaixada enquanto diplomatas destruíam documentos confidenciais com urgência, de acordo com dois oficiais militares americanos. (AP Photo/Rahmat Gul)

A captura da capital afegã de Cabul pelo movimento Talibã foi um tanto inesperada para a Rússia, que contou com avaliações mais otimistas da capacidade de combate das forças do governo afegão, disse o Enviado Presidencial Especial Russo para o Afeganistão Zamir Kabulov à rádio Ekho Moskvy na segunda-feira.

“Foi realmente algo inesperado”, disse ele em resposta a uma pergunta. “Acreditamos que o exército afegão – seja ele qual for – ainda mostraria resistência por algum tempo. No entanto, parece que estávamos muito otimistas sobre a qualidade das tropas treinadas pelos americanos e pelas forças da OTAN. Eles fugiram ao primeiro tiro,” Kabulov enfatizado.

O enviado destacou que a mídia norte-americana estava tentando traçar paralelos com a retirada das tropas soviéticas do Afeganistão, alegando que, naquela época, “o regime entrou em colapso da mesma maneira”. “O regime durou mais três anos e o regime que eles criaram entrou em colapso antes mesmo de os americanos terem deixado o país, aqui está a diferença crítica”, disse ele.

Quando questionado se a tomada de Cabul pelo Talibã foi uma surpresa para as agências de inteligência de outros países, Kabulov observou que “as agências de inteligência dos EUA timidamente concordam com isso”.

Membros do movimento talibã entraram na capital do Afeganistão, Cabul, no domingo, sem encontrar resistência, e começaram a assumir o controle de prédios do governo e delegacias de polícia abandonados pelas forças do governo. O presidente afegão Ashraf Ghani deixou o país. O Taleban anunciou mais tarde que havia assumido o controle de todos os distritos da capital.

Fonte: TASS

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!