Plano econômico prevê dar ¥100 mil a todas as pessoas no Japão

Premiê japonês cedeu às pressões do partido Novo Komeito e mostrou intenção de efetivar a medida emergencial

Dieta
Dieta do Japão reúne para Declaração da Lei de Emergência. Foto: NHK

Kobe – O plano emergencial de Abe a principio, previa dar 300 mil ienes para quem perdeu renda com crise.  Mas, aparentemente Abe resolveu alterar o plano, após pressão do líder do partido Novo Komeito, Natsuo Yamaguchi, que havia solicitado ao primeiro-ministro para abortar a medida e, no lugar, enviasse ¥100 mil ienes (929 dólares aproximadamente) para todo mundo.

O primeiro-ministro Shinzo Abe disse para a direção de seu próprio partido, o PLD (Partido Liberal Democrático), que o plano econômico emergencial precisará ser corrigido para incluir a medida.

Segundo informações da emissora NHK, Abe está inclinado a efetivar o plano sugerido por Yamaguchi.

A medida visa conceder ¥100 mil para todas as pessoas no Japão, sem especificar critérios para o envio do dinheiro. Porém, o governo ainda estuda impor um limite de renda para o recebimento.

Como o plano econômico emergencial será refeito, a apresentação do projeto para a Dieta (Parlamento) do Japão, marcada para o dia 20 de abril, pode sofrer atrasos.

Dúvidas e incertezas

Toda essas idas e vindas com relação à planos econômicos, que mais gera dúvidas e incertezas, não ocorre somente em países em desenvolvimento. No Japão ocorre, e muito!

Neste exato momento, ainda não ficou claro se o governo irá mesmo abortar a medida inicial, mas Yamaguchi defende veementemente que o envio de um valor menor para todo mundo seria mais eficiente, pois os limites impostos para receber os ¥300 mil acabariam deixando muitas pessoas que precisam da ajuda de fora.

Maiores detalhes sobre essas e outras medidas devem ser divulgados nos próximos dias.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + dezoito =