Primeiro-ministro do Sri Lanka chama de “ataque covarde” uma série de explosões na capital

O primeiro-ministro do Sri Lanka, Ranil Vikramasinghe, chamou de “covarde” uma série de ataques a igrejas e hotéis na capital do estado, Colombo, em 21 de abril, que segundo dados preliminares matou mais de 160 pessoas e feriu outros 300. 

fotos

“Eu condeno veementemente o ataque covarde contra o nosso povo hoje. Exorto todos os cidadãos a permanecerem unidos e fortes durante este momento trágico”, escreveu ele em sua página no Twitter.

O primeiro-ministro também pediu para não divulgar informações não verificadas e esperar por declarações oficiais das autoridades. “O governo está tomando medidas imediatas para conter essa situação”, concluiu ele.

Lembre-se de que as seis explosões quase simultaneamente trovejaram na capital do Sri Lanka, Colombo e seus subúrbios na manhã de 21 de abril. Três explosões ocorreram em hotéis cinco estrelas, mais três – em igrejas durante a celebração da Páscoa católica. O número total de vítimas está atualmente sendo estabelecido. De acordo com relatos da mídia local, como resultado de uma série de ataques, pelo menos 185 pessoas foram mortas e cerca de outras 500 ficaram feridas.

Fonte: Pravda.ru

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!