Qual vacina “dura mais”?

Pesquisadores nos Estados Unidos testaram a resposta imunológica de três vacinas. Descobriu-se que duas das três vacinas, após seis meses, deixam de “dar sinal” ao corpo para produzir anticorpos contra COVID-19.

vacina

Especialistas do Beth Israel Diaconisse Medical Center e da University of North Carolina em Chapel Hill compararam os níveis de anticorpos após a vacinação com três componentes:

  • Pfizer,
  • Moderna,
  • Johnson & Johnson.

De acordo com o estudo, as duas primeiras vacinas fornecem ao corpo anticorpos e células T por seis meses, mas a vacina da Johnson & Johnson pode reter as funções protetoras necessárias por oito meses. O New England Journal of Medicine publicou as conclusões de cientistas americanos.

“As vacinas de mRNA foram caracterizadas por uma resposta de anticorpos de pico alto, que caiu drasticamente no sexto mês e cujo declínio continuou no oitavo”, explicaram os cientistas.

Um total de 61 pessoas participaram do estudo. Sendo:

  • 31 pacientes receberam a vacina Pfizer,
  • Moderna – 22,
  • Johnson & Johnson – 8 pessoas. 
Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!