Rússia registra medicamento que previne complicações de COVID-19

A Leitragin é a primeira droga destinada a prevenir e combater a tempestade de citocinas causada pelo COVID-19

medicamento

O Ministério da Saúde russo registrou o medicamento inalante Leitragin para o tratamento e prevenção da pneumonia causada pelo novo coronavírus, informou a Agência Médico-Biológica Federal Russa em seu site na quarta-feira.

“Em 25 de maio, o medicamento inalante Leitragin desenvolvido pela Agência Médico-Biológica Federal foi registrado pelo Ministério da Saúde da Federação Russa. O novo medicamento se destina a tratar e prevenir a pneumonia, que é uma complicação da nova doença do coronavírus ( COVID-19) “, informa a mensagem.

Observa-se que a produção industrial do medicamento está sendo iniciada atualmente.

A leitragina é a primeira droga destinada a prevenir e combater a tempestade de citocinas causada pelo COVID-19. Ensaios clínicos entre 320 pacientes com sintomas moderados de COVID-19 mostraram que não houve mortes entre o grupo e nenhum caso de sintomas graves. Os pacientes que tomaram Leitragin se recuperaram em cerca de oito dias, em comparação com 14 dias de recuperação para aqueles que receberam o tratamento padrão.

Fonte: Agência TASS

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!