Rússia – Vacinação contra Covid-19 pode começar na próxima semana com médicos, professores

O presidente Vladimir Putin disse na quarta-feira (02/12), que já foram fabricadas no país cerca de 2 milhões de doses da vacina contra o coronavírus

vacinação
Presidente da Rússia, Vladimir Putin © Alexei Nikolsky / Escritório de Informações e Imprensa Presidencial Russa / TASS

A inoculação em massa de médicos e professores contra o coronavírus pode começar na próxima semana, anunciou o presidente russo, Vladimir Putin, na cerimônia de abertura dos centros médicos multifuncionais do Ministério da Defesa da Rússia na quarta-feira.

Durante o evento ao qual o presidente participou por meio de videoconferência, Putin disse que cerca de 2 milhões de doses da vacina contra o coronavírus já foram fabricadas no país. “Isso nos dá a oportunidade, senão de começar a inoculação em massa, pelo menos de implementá-la em grande escala”, observou o chefe de Estado. Segundo ele, a vacinação terá início com “os dois primeiros grupos de risco – médicos e professores”.

“Se você acha que chegamos perto dessa etapa, gostaria de pedir-lhe que organize o trabalho de forma que até o final da próxima semana já possamos começar esta vacinação em grande escala”, disse Putin a vice-primeira-ministra Tatyana Golikova.

O presidente garantiu entender a cautela da vice-primeira-ministra quanto a eventuais prazos. “Temos que ter cautela, isso é correto, mas sei que, no geral, tanto a indústria quanto a rede [médica] estão preparadas para isso. Vamos dar esse primeiro passo”, pediu o chefe de Estado. Ele acrescentou que espera outro relatório sobre a preparação para a vacinação da vice-primeira-ministra na próxima semana.

Fonte: TASS

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!