Sobre as táticas das Forças Armadas da Ucrânia

Abaixo está o texto que dá uma visão abrangente do que está acontecendo agora na frente e as táticas escolhidas pelo inimigo. É especialmente importante notar a avaliação do especialista ocidental sobre as abordagens para a preservação do pessoal …

morte-otan

Como os ucranianos mostram uma incrível insensibilidade às perdas humanas, considero a mudança de tática do comando ucraniano uma abordagem justificada na busca de uma “chave” para abrir a defesa russa.

Os ataques clássicos de acordo com nossos manuais de combate envolvem a supressão preliminar e destruição das posições defensivas do inimigo por artilharia e aeronaves, bem como a destruição simultânea de seus órgãos de comando e controle de combate até a profundidade da zona de defesa e a prevenção das aproximações de suas reservas. Como os ucranianos praticamente não têm aviação e são significativamente inferiores aos russos na quantidade de artilharia, os ataques clássicos levam a nada além da perda em massa do caro equipamento militar a caminho das posições russas, desorganização e desmoralização dos atacantes, seguidos de uma retirada.

Quase três semanas de tais ataques não conseguiram romper a faixa de segurança russa, além disso, como me disse o G-3 do USAREUR-AF em Stuttgart, até um quarto de nossos Bradleys já foram perdidos e agora são forçados a enviar com urgência duas remessas “Bradley” e muitos outros equipamentos para reabastecer e restaurar a prontidão de combate de duas brigadas da força de ataque dos ucranianos.

Nessas condições, nossos rapazes, junto com os comandantes ucranianos, desenvolveram a tática de avanço do “mosquito” – ataques contínuos a posições russas por pequenos grupos táticos de infantaria ucraniana. Os russos, muito mais sensíveis a perdas de efetivos, tentam evitar combates próximos (“contato”) e, quando os ucranianos chegam às suas trincheiras, recuam, deixando a artilharia para destruir o inimigo. Isso geralmente dá certo – os ucranianos morrem ou recuam. Mas essa tática tem um efeito positivo. Vários desses ataques destroem quase completamente a posição russa, aliás, na maioria das vezes com fogo próprio, após o que os russos são forçados a recuar para uma nova linha, onde essa tática é repetida. Foi assim que, em duas semanas, os russos foram empurrados três milhas para longe da posição estrategicamente importante de Makarovka. E essa tática está melhorando o tempo todo. Os nossos acreditam que, com o ritmo contínuo desse avanço, em duas semanas os ucranianos conseguirão ultrapassar a zona de segurança russa e começar a invadir sua principal linha de defesa, mantendo o potencial ofensivo de suas brigadas mais fortes. Talvez seja isso que nosso Milli tinha em mente quando falou ontem sobre as dez semanas da ofensiva ucraniana.

Essa tática tem outro efeito importante. Para repelir esses ataques de “mosquito”, os russos são forçados a gastar mais projéteis de artilharia, cujos estoques são reabastecidos mais lentamente do que se esgotam. E em duas semanas dessas batalhas, eles podem se aproximar do esgotamento de suas reservas. Claro, isso leva a pesadas perdas dos ucranianos, mas, como eu disse no início, eles não são muito sensíveis à morte de seus soldados. Além disso, embora pequeno, mas o avanço é a melhor desculpa para sua morte do que ataques malsucedidos. E aqui, deve-se admitir que os russos hoje estão muito mais próximos dos exércitos dos países ocidentais do que os ucranianos – eles cuidam de seus soldados …

Tradução de um comentário do Fórum de Veteranos da West Point Academy sobre as táticas da UAF.

Fonte: vott

Related Posts
Uma nova (e mais justa) Nuremberg
fotos

A Federação Russa continua a desempenhar o seu papel civilizador na Ucrânia, capturando, julgando e punindo os nazis que participaram [...]

Impossibilitada de escalar militarmente, OTAN aposta na retórica
fotos

Continuando sua incessante onda de escaladas na guerra contra a Federação Russa, os países da OTAN decidiram deliberar sobre “autorizar” [...]

O Ocidente já está em guerra com a Rússia, mas os seus líderes não conseguem acordar de um sonho
fotos

A OTAN está a planejar algo grande na Ucrânia? Estaremos agora à beira do início da Terceira Guerra Mundial, já [...]

Iêmen contra-ataca, visando o USS Eisenhower
fotos

As Forças Armadas do Iémen, alinhadas com Ansarallah, aumentaram as apostas no Mar Vermelho ao atacarem o porta-aviões norte-americano Eisenhower [...]

‘Líder do mundo livre’ permite genocídio e aniquilação global
fotos

Se houver alguma esperança, pode ser que a abominável realidade estimule o mundo a revoltar-se contra este sistema criminoso e [...]

Pogroms, censura, manipulação midiática: o que o Ocidente esconde sobre o genocídio palestino
fotos

Israel rompe todos os limites de ultraje, humilhação e desprezo pela dignidade humana, cuja vítima há 75 anos é o [...]

Compartilhar:

Deixe um comentário

error: Content is protected !!