Sputnik V- Desenvolvedores vão processar a Anvisa por espalhar informações falsas

Na segunda-feira, a Anvisa indeferiu o pedido de fornecimento e uso do Sputnik V no país

Anvisa
© Vitaly Nevar / TASS

Os desenvolvedores da vacina russa Sputnik V COVID-19 pretendem processar a Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, por divulgar informações imprecisas, informaram os desenvolvedores por meio da conta oficial do Sputnik V no Twitter.

“Após a admissão da Anvisa de que não testou a vacina Sputnik V, os desenvolvedores da vacina está iniciando um processo judicial de difamação no Brasil contra a Anvisa por espalhar intencionalmente informações falsas e incorretas”, diz a mensagem.

Antes, Gustavo Mendes, gerente de medicamentos e produtos biológicos da Anvisa, disse que o órgão regulador não recebeu amostras de vacinas para teste e “não fez teste para adenovírus replicado”.

Na segunda-feira, a Anvisa indeferiu o pedido de fornecimento e uso do Sputnik V no país. A reunião da Anvisa durou mais de quatro horas e trouxe conclusões de especialistas da agência e suas opiniões sobre a eficácia e segurança da vacina russa.

Fonte: Agência TASS

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + 10 =