Trump reconhece o desastre no combate a pandemia no Brasil

Trump faz referência ao Brasil e diz que EUA teriam talvez 2,5 milhões de mortos se seguissem a Suécia

Trump

Na semana em que se discute o relaxamento do isolamento social, em meio ao enorme aumento em número de casos de infecção por coronavírus e também com aumento recorde de número de mortos, Trump, usa o Brasil e a Suécia como exemplo de como não se deve combater a pandemia.

“Se você olhar para o Brasil, eles estão passando por dificuldades. A propósito, eles estão seguindo o exemplo da Suécia. A Suécia está passando por um momento terrível. Se tivéssemos feito isso, teríamos perdido 1 milhão, 1 milhão e meio, talvez até 2 milhões ou mais de vidas”, disse Trump na Casa Branca, acrescentando que agora é hora de acelerar a reabertura. A fala do lider norte-americano foi compartilhada no Twitter pelo deputado federal Alessandro Molon.

O fato é que a verdade está cada dia mais evidente, ainda teremos muitos recordes macabros, e a estratégia desse governo genocida, foi emitir uma ordem para atrasar para após as 22 horas o anúncio oficial do Ministério da Saúde sobre o número de casos de Covid-19 e das mortes por ele causada.

A estratégia da Presidência é evitar que os dados estejam disponíveis no horário dos telejornais noturnos, período em que as televisões têm maior audiência, pois muitos dos brasileiros estão em casa. Mesmo sem anúncio oficial, a ordem foi dada para que os dados sejam enviados à imprensa apenas no final da noite, mesmo que estejam prontos às 19 horas.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 2 =