Um marxista americano sobre as perspectivas do movimento esquerdista nos EUA

marxismo-leninismo

Que tipo de crescimento qualitativo podemos esperar nos EUA?

Entre a esquerda, incluindo aqueles que falsamente se dizem marxistas, as perspectivas de progresso social neste país são vistas como elusivas. A tarefa de unir os elementos díspares da sociedade americana em uma classe trabalhadora em luta foi completamente descartada e, em vez disso, a esquerda espera unir as várias subculturas  em bolsões de resistência ao capitalismo.

A força do capitalismo americano e o grau geral de consciência reacionária das massas desmoraliza e destrói as esperanças da esquerda de qualquer organização dos diferentes estratos do proletariado, mesmo atividades tão fúteis como o ativismo e o economicismo. O materialista dialético só pode rir disso, pois as condições para forjar marxistas genuínos são agora mais adequadas do que nunca. O pluralismo predominante e a consequente ausência de uma proibição oficial do estudo e propaganda do marxismo é um fator muito favorável para a implantação de propaganda em larga escala do marxismo. O problema, entretanto, reside principalmente na total falta de pessoal marxista competente que pudesse tirar proveito das atuais “condições da estufa”. A maioria da população tem acesso à Internet, o que só facilita a difusão das ideias do marxismo.

Ao contrário dos últimos dois séculos, a maioria dos proletários nos EUA tem a quantidade de tempo livre necessária para estudar teoria. Quase todos podem dispensar pelo menos um par de horas por dia para ler os clássicos. Isto porque a maior parte do trabalho mais árduo foi “terceirizado” para os proletários dos países do terceiro mundo. A maioria das pessoas também não precisa ser informada da merda da vida sob o capitalismo, pois muitas já a experimentaram em suas próprias peles.

Uma vez que as barreiras objetivas foram geralmente removidas, o principal obstáculo para os americanos são as barreiras subjetivas, que são constantemente reforçadas pelo menagerie de ideólogos do lixo nascidos da política do pluralismo ideológico. Isto também não nos incomoda, pois aqueles que são conscientes sobre a política e a busca de uma saída para o “paraíso do mercado” estabelecido acabarão reconhecendo o engano e chegarão ao verdadeiro entendimento – o marxismo – enquanto os oportunistas ficarão irremediavelmente atolados na lama de seus próprios delírios. O mecanismo da propaganda burguesa funciona para nós como uma espécie de peneira contra idiotas.

Os principais problemas agora são a extrema escassez de materiais de apoio de qualidade para o estudo do marxismo e o problema do isolamento dos marxistas em desenvolvimento espontâneo que se comprometem e se juntam a organizações oportunistas para escapar da solidão e se sentirem parte do coletivo. A disseminação de material inovador e posições genuinamente científicas abordará ambos os aspectos.

Assim, o trabalho marxista no contexto local é bastante possível.

Ao trabalho, camaradas!

Richard Turner

What can we hope to grow in the US? / На какой качественный рост мы можем рассчитывать в США?

Estudar o marxismo é muito difícil para muitos moderados – afinal de contas, há questões tão candentes como 68 novos gêneros e o problema da transição verde. Em nosso país, este problema também pode ser observado.

Related Posts
Se o capitalismo é “natural”, porque foi utilizada tanta força para o construir?
fotos

Se o capitalismo é um resultado natural da natureza humana, porque violência sistemática e leis draconianas foram necessárias

Ditadura democrática
fotos

Era uma vez uma democracia - inicialmente aproximadamente clássica, em que as decisões eram tomadas por maioria

Sobre a instabilidade da crise e a psicologia da dissuasão nuclear
fotos

Na era nuclear, a principal ameaça é a transição do confronto para uma guerra total

Por que o México não é os EUA
fotos

Leio hoje, de um cidadão declarado agente estrangeiro, reflexões inesperadas sobre a Revolução Mexicana, que pôs fim ao longo reinado [...]

A degradação como estratégia do Ocidente na guerra mental
fotos

A conquista de vantagens geopolíticas e econômicas por qualquer potência lhe dá a oportunidade de construir uma ordem mundial de [...]

Por que o globalismo falhou
degradação

A tecnocracia, o alarmismo climático e as políticas de identidade semearam as sementes do declínio ocidental. Em termos de poder [...]

Compartilhar:

Deixe um comentário

error: Content is protected !!