“Verás que um professor não foge à luta”, diz Haddad

Do GGN
O candidato Fernando Haddad (PT), derrotado pelo deputado de extrema direita Jair Bolsonaro (PSL), por 55% a 44%, afirmou em seu primeiro discurso após o fim da eleição que irá defender a democracia e armar a resistência contra a retirada de direitos.
Haddad fez um discurso para que seus eleitores não sintam medo do que está por vir. “Em nome da democracia, vamos defender os pensamentos e as liberdades dos 45 milhões dos brasileiros que nos acompanharam até aqui.” O petista perdeu para Bolsonaro por uma diferença de 11 milhões de votos.
No ápice de seu discurso, Haddad disse: “Verás que um professor não foge à luta, nem teme, quem adora a liberdade, a própria morte.” O professor e ex-ministro da Educação foi aplaudido neste momento.
Ao final, ele ainda comentou que, nos últimos dias, conversou com as pessoas nas ruas e viu muitos apoiadores “chorando de medo”, “às vezes chegavam a soluçar de tanto chorar. Não tenham medo. Nós estaremos aqui. Nós estamos juntos. Nós abraceremos a luta de vocês. Contem conosco. Coragem. A vida é feita de coragem!”
Sobre as correções que o PT terá de fazer para uma próxima eleição, Haddad disse que é preciso se reconectar “com as bases, com os pobres desse País, para retecer um plano de Nação que há de sensibilizar mentes.”

Verás que um professor não foge à luta, nem teme quem adora a liberdade a própria morte.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − três =