Confrontos entre combatentes da resistência e Talibã acontece em três províncias afegãs

No momento, o número de vítimas após os confrontos é desconhecido

resistência afegã
Milicianos leais a Ahmad Massoud, filho do falecido Ahmad Shah Massoud, participam de um exercício de treinamento, na província de Panjshir, nordeste do Afeganistão, 29 de agosto de 2021. (AP Photo / Jalaluddin Sekandar)

A luta entre as forças de resistência do Afeganistão e os militantes do movimento radical Talibã está ocorrendo em várias regiões das províncias de Panjshir, Parwan e Baghlan, informou a agência de notícias Ashwaka na quarta-feira, citando fontes. 

De acordo com a agência de notícias, os confrontos começaram aproximadamente às 23h00 locais (21h30min de Moscou) na terça-feira após o ataque dos militantes e ainda estão em andamento. O número de vítimas neste momento é desconhecido.

Na terça-feira, membros do Talibã alegaram que conseguiram capturar três regiões importantes, bem como passagens nas montanhas em Panjshir e que anunciariam uma “vitória completa” em breve. Mais tarde, as forças de resistência refutaram essa informação.

Na semana passada, as primeiras negociações diretas entre a Frente Islâmica Unida para a Salvação do Afeganistão e uma delegação do Talibã foram realizadas na cidade de Charikar, centro administrativo da província de Parwan. Como o porta-voz das forças de resistência Fahim Dashty disse à imprensa, a questão de chegar a um acordo com os radicais sobre um cessar-fogo no norte do Afeganistão está apenas sendo discutida. Anteriormente, ele observou que a região não controlada pelo Talibã não quer que o governo inclua “os representantes simbólicos de vários grupos étnicos” e quer alcançar a formação de um corpo de governo verdadeiramente inclusivo.

A resistência armada na província de Panjshir é liderada por Ahmad Massoud, filho do renomado comandante guerrilheiro Ahmad Shah Massoud (1953-2001).

Fonte: TASS

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!