Covardia: Casal de caçadores posam beijando atrás do corpo de um leão sem vida

Amor assassino! Será que numa briga eles farão um ao outro o que fizeram ao leão?

Cena lamentável de covardia, um ato inominável (glifo nosso):

Do El Caminante – Uma foto de um casal canadense que posou se beijando atrás do corpo sem vida de um leão majestoso que acabaram de matar gerou uma comoção e uma onda de críticas nas redes sociais.

O casal que matou o animal em um safári na África do Sul, pratica o que é conhecido como “canned hunt” (caça enlatada). Esta é uma forma controversa de caça em que os clientes pagar uma determinada taxa para matar animais silvestres indefesos, incluindo espécies ameaçadas de extinção que são criados em cativeiro, a fim de ser caçado.

A imagem controversa foi publicado pela empresa Legelela Safaris, que organiza safaris, cobrando 3.000 dólares para matar uma girafa, uma zebra por US $ 2.500 e outros valores “on demand” por leopardos, rinocerontes e elefantes.

O casal é Darren e Carolyn Carter, originários de Edmonton (Alberta, Canadá), taxidermistas de profissão e passam a maior parte de seu tempo livre para caçar.

Ativistas e mídia denunciaram a nova modalidade de “caça enlatada”.

De acordo com o jornal britânico The Mirror, só na África do Sul há pelo menos 200 centros semelhantes que abrigam cerca de 8.000 leões para serem fuzilados por dinheiro.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + 3 =