Declaração confusa de Pazuello demonstra o caos do Ministério da Saúde

“Para efeito da pandemia, podemos separar o Brasil entre Norte e Nordeste, região que está mais ligada ao inverno do hemisfério norte”, disse o general, sendo que em junho o Hemisfério Norte está em pleno verão, e o inverno começa entre dezembro e janeiro

pazuello
Reprodução

Para quem tentou entender o que o ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, quis dizer  na reunião ministerial nesta terça-feira (9), vai um consolo, ninguém entendeu nada!

Uma das razões para que os generais gostar tanto de uma ditadura militar, é que eles não precisam dar nenhuma declaração ou explicação para seus atos, assim evitam passar vexame, e transparecer sua incapacidade!

É mais fácil encobrir suas fraquezas e falta de competência através da violência.

Foi assim no passado, mais precisamente no governo do ditador Emílio Garrastazu Médici, quando houve o acobertamento de uma epidemia de meningite.

Segundo Pazuello: “Para efeito da pandemia, podemos separar o Brasil em Norte e Nordeste, que é a região que está mais ligada ao inverno do Hemisfério Norte, são as datas do Hemisfério Norte que temos inverno, e ao Centro-Sul, Sudeste, Centro-Oeste, que é a região que tá mais ligada ao inverno do Hemisfério-Sul”, disparou Pazuello.

Porém, oficialmente, o inverno no Brasil, em todas as regiões, começa em junho e, o verão, também em todas as regiões brasileiras, começa em dezembro.

Veja fala confusa do general.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + treze =