Militantes do Talibã abrem fogo contra mulheres que protestam em Cabul

O incidente ocorreu perto do hospital da organização humanitária italiana de emergência
ataque mulheres

Os militantes do movimento Talibã que tomaram o poder no Afeganistão abriram fogo contra mulheres que participavam de um protesto em Cabul na terça-feira, informou a agência de notícias Asvaka do Afeganistão.

De acordo com a agência de notícias, o incidente ocorreu perto do hospital da organização humanitária italiana Emergency. Não houve informações sobre vítimas ou feridos.

Anteriormente, o canal de TV TOLOnews noticiou que um grupo de mulheres realizou uma manifestação de protesto na capital afegã exigindo respeitar seus direitos e melhorar sua qualidade de vida. De acordo com imagens de vídeo, várias dezenas de mulheres participaram da manifestação.

Depois que o governo Biden anunciou o fim da operação militar de 20 anos de Washington no Afeganistão e o lançamento de sua retirada de tropas, o Talibã embarcou em uma ofensiva contra as forças do governo afegão.

Em 15 de agosto, combatentes do Talibã invadiram Cabul sem encontrar qualquer resistência e ganharam controle total sobre a capital afegã em poucas horas. O presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, disse que renunciou para evitar derramamento de sangue e, posteriormente, fugiu do país. Em 6 de setembro, o Talibã declarou vitória completa no Afeganistão e em 7 de setembro formou um governo provisório que ainda não foi oficialmente reconhecido por nenhum país.

Fonte: TASS

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!