PSB apresenta notícia-crime na PGR contra o Bolsonaro por invasões a hospitais e UTIs da covid-19

Segundo o pedido encaminhado à PGR, “não resta dúvida de que, ao fazer tal exortação à população, o presidente da República estimulou o próprio povo a invadir áreas restritas de hospitais, o que constitui ilícito penal, já que os hospitais seguem protocolos estritos para o acesso a suas instalações

invasão
Reprodução

Tramita na Procuradoria-Geral da República (PGR), há 48 horas, a notícia-crime apresentada pela bancada do PSB contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), após suas declarações para que seus seguidores invadam hospitais e mesmo Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) com pacientes da covid-19.

Seria bom você fazer na ponta da linha. Tem um hospital de campanha perto de você. Tem um hospital público, arranja uma maneira de entrar e filmar. Muito gente tá fazendo isso, mais gente tem que fazer, para mostrar se os leitos estão ocupados ou não, se os gastos são compatíveis ou não, isso nos ajuda — afirmou Bolsonaro, na última quinta-feira.

Segundo o pedido encaminhado à PGR, “não resta dúvida de que, ao fazer tal exortação à população, o presidente da República estimulou o próprio povo a invadir áreas restritas de hospitais, o que constitui ilícito penal, já que os hospitais seguem protocolos estritos para o acesso a suas instalações, especialmente em áreas que cuidam de doenças contagiosas e relacionadas à mais grave pandemia enfrentada pelo planeta nas últimas décadas”.

Irresponsável

O partido acusa Bolsonaro com base nos artigos 286 e 265 do Código Penal, que tratam sobre incitação ao crime e “atentado contra a segurança ou o funcionamento de serviço de água, luz, força ou calor, ou qualquer outro de utilidade pública.”

O líder do PSB na Câmara, Alessandro Molon (PSB-RJ), condenou as atitudes de Bolsonaro e cobrou Augusto Aras.

Está nas mãos da Procuradoria-Geral da República investigar a conduta de Bolsonaro de incentivar a prática criminosa de invadir hospitais. É de uma irresponsabilidade sem tamanho, num momento em que todos os esforços deveriam estar centrados em salvar vidas, estimular condutas de ataques aos verdadeiros heróis deste momento. Os profissionais de saúde estão dando a vida para enfrentar o coronavírus. Eles merecem um mínimo de respeito nesta situação tão difícil — concluiu Molon.

Related Posts
A coragem de Lula e o vira-latismo da mídia
fotos

A declaração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a similaridade entre o extermínio do povo palestino que Israel [...]

Mourão e o golpismo fora de época
fotos

O senador Hamilton Mourão, acostumado com a linguagem da caserna, e ainda ambientado nos anos do golpe de 1964, viciado [...]

A Vale, o governo Lula, o brasileiro, a mídia e os poderes do estado
fotos

A trajetória para o 1º Mundo de uma nação já está delineada e comprovada: Ser protagonista na geração de produtos [...]

Caso First Mile derruba membro da atual diretoria da PF por suposta espionagem ilegal
fotos

O mais recente desdobramento da investigação sobre uma suposta espionagem ilegal de agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) derrubou [...]

“Militares atuaram em 8 de janeiro por omissão e também por ação”, diz historiador
fotos

Francisco Teixeira, da UFRJ, revela que pesquisadores intercederam para governo não aprovar GLO após invasão em Brasília Por Texto: Natalia [...]

Um ano depois, entenda a narrativa da associação dos familiares dos presos no 8 de janeiro
fotos

Há um ano, em 8 de janeiro de 2023, pessoas contrárias à posse de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) [...]

Compartilhar:

Deixe um comentário

error: Content is protected !!