Senado francês adota resolução instando governo a reconhecer Nagorno-Karabakh

Por sua vez, o Secretário de Estado francês no Ministro da Europa e dos Negócios Estrangeiros, Jean-Baptiste Lemoyne, expressou a opinião de que “o reconhecimento unilateral de Karabakh não fará bem a ninguém” e não servirá para aumentar os esforços de mediação

nagorno
Stepanekert – capital do Nagorno-Karabakh © Maxim Grigoryev / TASS

O Senado francês aprovou uma resolução contendo um apelo ao governo para reconhecer oficialmente a República de Nagorno-Karabakh, 305 senadores dos 306 presentes votaram a favor da resolução na quarta-feira.

“[O Senado] insta o governo francês a reconhecer a República de Nagorno-Karabakh e usar esse reconhecimento como uma ferramenta nas negociações para estabelecer uma paz duradoura”, observa o documento aprovado.

Por sua vez, o Secretário de Estado francês no Ministro para a Europa e Relações Exteriores, Jean-Baptiste Lemoyne, expressou a opinião de que “o reconhecimento unilateral de Karabakh não fará bem a ninguém” e não servirá para impulsionar os esforços de mediação. Ele lembrou que a França, co-presidente do Grupo OSCE de Minsk, apoia a implementação do acordo de cessar-fogo alcançado em 9 de novembro. Especialistas explicaram que a resolução serve como recomendação e não tem poder obrigatório.

De acordo com a resolução, o Senado pede a retirada imediata das forças azerbaijanas dos territórios capturados na região disputada desde 27 de setembro, uma investigação internacional sobre crimes de guerra e uso de armas proibidas. Além disso, os senadores recomendaram que o governo “tire conclusões sobre o papel desempenhado pelas autoridades turcas e considere as medidas mais decisivas em conjunto com os parceiros europeus”.

Fonte: TASS

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!