Kim Jong Un: Nós não vamos deixar “nenhum americano vivo” se houver guerra

fotos

Três anos se passaram desde que a Coréia do Norte ameaçou não deixar nenhum americano vivo caso ambos os países estiverem em um novo confronto.

“A era em que os Estados Unidos nos chantageavam com armas nucleares se foi para sempre; agora os EUA não é mais uma fonte de ameaça e medo para nós “, disse o líder norte-coreano Kim Jong-un, segundo o Expresso da Coréia do Norte.

Kim fez tais declarações durante uma celebração para comemorar o 62 º aniversário do fim da Guerra da Coréia (entre 1950 e 1953).

Embora não tenha sido assinado um acordo de paz, o aniversário (celebrado todos os anos) é considerado pelo governo norte-coreano como uma vitória sobre o imperialismo dos Estados Unidos.

Além disso, o general Pak Yong-ski do Exército Popular da Coreia, em um ato separado, fez um discurso e enfatizou que se o país norte-americano causar outra guerra com Pyongyang, a Coréia do Norte lutará até não restar ninguém para se render.

Pak, que acredita-se ser o novo ministro da defesa do país asiático, disse que a guerra coreana do passado causou o início da queda para os EUA, mas a segunda guerra trará a destruição final ao imperialismo dos EUA.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!